Receba através de PIX em loja virtual Woocommerce de forma rápida e descomplicada. Muitos lojistas que vendem em lojas virtuais optam por oferecer ao cliente a forma de pagamento via PIX e assim oferecem ao cliente maior diversificação de forma de pagamento.

Em sites desenvolvidos em WordPress a ferramenta mais utilizada para realizar as vendas online é o Woocommerce e em suas configurações é possível configurar o recebimento via PIX de diversas formas. Há a possibilidade de configurar o PIX com baixa automática da conta e PIX com baixa manual da conta. Entenda como funciona:

Pix com baixa manual:

O recebimento via pix com baixa manual na compensação do pagamento e andamento do pedido pode ser configurado no Woocommerce através de plugins que geram o QR Code, informam a chave pix e/ou o código para pagamento. Esses plugins fazem com que o cliente tenha todas as informações para realizar o pagamento via PIX com facilidade porém, a identificação do pagamento e atualização do pedido deve ser feita pelo administrador da loja dentro da área administrativa. Uma vez que o lojista identifica o pagamento em sua conta, deve acessar a área administrativa do site e "informar" ao site que o pedido foi pago.

 

Pix com baixa automática:

O recebimento via pix com baixa automática na compensação do pagamento e andamento do pedido pode ser configurado no Woocommerce através de gateways de pagamento de empresas terceirizadas que fazem essa intermediação de recebimentos. As empresas mais utilizadas para a funcionalidade do pix automático são: Mercado Pago, Pagseguro, Paghiper e Asaas. A opção de recebimento via pix precisa estar habilitada na plataforma da empresa responsável e a configuração no site é feita através do seu plugin (ou de plugins de terceiros).

 

Lembre-se que é muito importante oferecer mais de uma forma de pagamento em seu site. Dessa forma você garante que seu cliente terá a opção perfeita para concretizar a compra na sua loja.

 

Caso queira mais informações sobre como ter um site WordPress com Woocommerce e receber PIX em loja virtual, fale conosco.

 

 

Saiba por que ter entrega via motoboy em loja virtual e como você pode configurar isso em seu site Woocommerce.

Cada região pode apresentar uma realidade diferente no serviço de entregas e em casos lojas que tem (ou desejam ter) um volume maior de vendas locais deve-se considerar os meios mais rápidos e eficientes para realizar as entregas, com por exemplo a entrega via motoboy.
A opção de entrega via motoboy para sua cidade poderá reduzir o tempo de entrega e trabalhar com prazos incríveis para as regiões mais próximas. Isso reforça a credibilidade do cliente em relação à sua loja e fideliza os clientes que dão valor às entregas rápidas.
Quem realiza uma compra online fica esperando ansiosamente pelo recebimento dos produtos portanto investir na logística rápida ajuda muito no crescimento do seu e-commerce.

Benefícios em usar entrega via motoboy em loja virtual

  • Rapidez na entrega
  • Praticidade e agilidade
  • Melhores taxas
  • Possibilidade de absorver o custo do frete e oferecer frete grátis para o cliente

Configuração de entrega via motoboy em loja virtual Woocommerce

Opção de Taxa fixa
Em determinada região ou cidade você pode configurar o frete oferecendo a entrega à uma taxa fixa, ou seja, cobrando um valor único para entregas naquela localidade.
Nas configurações de entrega do seu site deve haver uma separação de áreas de entrega para configuração. Caso essas áreas de entrega ainda não estejam criadas, você pode criar essas regiões para configuração.
Uma vez que as regiões estão cadastradas, basta configurar ou adicionar a opção TAXA FIXA, conforme imagem abaixo:

Assim que essa opção estiver habilitada, basta clicar em Editar e configurar esta opção, conforme instruções abaixo:

1: Título do método: Você pode manter o nome ‘taxa fixa’ ou então nomeá-la pata 'Motoboy (entrega no mesmo dia)' ou para qualquer nomenclatura que desejar utilizar.
2: Status de taxa: O frete pode ou não ser cobrado. Se deseja gratuidade nesta modalidade de frete, basta selecionar a opção ‘nenhum’ ou então selecione a opção 'tributável' para inserir o valor do frete.
3: Custo: Insira o valor que o cliente pagará por essa modalidade de frete.

 

Feito isso, basta salvar as configurações que seu site já estará com essa opção de entrega disponível para a escolha dos seus clientes.

Pronto, agora você já pode otimizar a entrega de pedidos para clientes que estão pertinho da sua loja.

Caso queira mais informações sobre como ter um site WordPress com Woocommerce, fale conosco.

Saiba o que é uma faixa de CEP, como usá-la no Woocommerce e onde encontrá-las.

Na configuração do frete de sua loja virtual no Woocommerce é possível determinar diversas regiões com preferências de fretes diferentes. É possível escolher quais modalidades de frete deseja oferecer aos clientes de acordo com a região escolhida.

O que é faixa de CEP?

Faixa de CEP é o intervalo de CEP de uma determinada região (estado e cidade), por exemplo, a faixa de CEP do estado de Santa Catarina é: 88000-000 a 89999-999, ou seja, todos os CEP's dentro desse intervalo são de bairros e cidades de SC.
Se buscarmos por uma cidade em específica, também encontraremos dados. Por exemplo, a faixa de CEP de Tubarão/SC é 88700-001 a 88709-999 ou seja, todos os CEP dentro desse intervalo são de ruas e bairros dessa cidade.

Como usar as faixas de CEP em um site Woocommerce?

Nas configurações de entrega do seu site deve haver uma separação de áreas de entrega para configuração. Caso essas áreas de entrega ainda não estejam criadas, você pode criar essas regiões para configuração.
Uma vez que as regiões estão cadastradas, basta selecionar a opção “Limitar para CEPs específicos” para restringir ainda mais quais clientes correspondem a essa zona.

Onde encontrar as faixas de CEP?

O site mais seguro e de fácil pesquisa é o site dos Correios, que oferece uma página exclusiva para essa busca.

Veja o passo a passo para fazer a pesquisa:
- Para buscar a faixa de cep desejada, clique aqui e acesse o site dos Correios diretamente na página de pesquisa.

- Já na página de pesquisa, selecione o estado e cidade desejada.

Após clicar em BUSCAR o resultado aparecerá na tela.

Agora você já sabe como identificar os CEPs desejados e como inseri-los no seu frete personalizado.

 

Preparamos para você 7 Maneiras de vender mais na sua loja virtual !

1) Ofereça vantagens e descontos

Além de ter excelentes produtos, seu site precisa oferecer vantagens aos seus potenciais clientes. O comércio na internet muito concorrido e sua loja precisa de se destacar entre as demais. Uma dica de ouro é oferecer vantagens aos seus clientes. Abaixo exemplificaremos algumas vantagens:
- Oferecer DESCONTO para que o cliente faça um cadastro no site: o cliente ganha o desconto e isso o induz a realizar a compra ao mesmo que disponibiliza os dados para futuras ações de marketing.
- Oferecer DESCONTO em categorias específicas: selecione os produtos que estão com maior visibilidade ou que você deseja vender mais rápido e dessa forma você impulsionará a venda dessa categoria de produtos.
- Ofereça FRETE GRÁTIS: a entrega gratuita em determinadas regiões ou condicionado a um valor em compras pré-determinado, é por muitas vezes um fator decisivo no momento da compra. É notório que o cliente se sente mais atraído em comprar quando o site oferece frete grátis.
- Use CUPONS DE DESCONTO: use muito essa ferramenta, pois os usuários que frequentemente compram pela internet adoram um cupom de desconto e você deve usar isso ao seu favor. Crie cupons de desconto para datas comemorativas, divulgação de novos produtos ou em outras ações de marketing.
- Presenteie seu cliente: ofereça brindes nas compras! Você poderá oferecer brindes aos clientes que realizarem compras acima de um valor especifico. Esse tipo de ação, além de fidelizar o cliente é um combustível para o aumento significativo no faturamento.
- Resgate os carrinhos abandonados: Tenha em seu site uma aplicação que traga o cliente que abandonou o carrinho. O site vai disparar um e-mail com o link que levará o cliente direto para finalização da compra abandonada, podendo também, oferecer um desconto para tornar a proposta mais atrativa.

2) Mostre confiabilidade

Com o crescimento das vendas online, houveram de igual modo, o crescimento de clientes insatisfeitos, que relatam problemas na entrega dos produtos por parte de lojas virtuais. Essa exposição de problemas causa insegurança no mercado e tornam os clientes mais criteriosos quanto à segurança dos sites. Mostrar segurança na sua loja virtual torna-se algo indispensável no cenário atual. Para atender a estes critérios, algumas questões são importantes:
- Certificado de segurança (SSL): ao acessar seu site o cliente precisa ver o “cadeado” no navegador informando que conexão é segura. Em sites sem o certificado SSL, o navegador apresenta o aviso de “não seguro” e isso poderá desestimular a compra.
- Ter as políticas de compra bem definidas e em conformidade com a lei: deixar claro no site os direitos e deveres do cliente através das políticas de troca, entrega, cancelamento e devolução, são fatores muito importantes para transmitir ao cliente a segurança necessária. Não menos importante, as políticas devem estar em conformidade com o Código de Defesa do Consumidor, caso contrário, haverá a percepção negativa por parte dos usuários que já costumam comprar pela internet e conhecem seus direitos.
- Forneça informações da sua loja: colocar no site a Razão Social, CNPJ e meios de contato da empresa, transmite transparência e mostra ao cliente que existe uma estrutura legalizada por trás da loja virtual.

3) Invista no pós-venda

Quando o cliente tem uma boa experiência de compra em seu site, a probabilidade do mesmo de voltar e realizar novas compras são muito grandes. Para reforçar ainda mais esta fidelidade, podem-se realizar algumas ações:
- Ofereça cupons de desconto para uma nova compra
- Envie e-mails ou mensagens de whatsapp com ofertas e lançamentos.
- Invista em ferramentas de remarketing.

4) Facilite o checkout

O processo de compras em seu site deve ser o mais simples possível para que o cliente não se sinta desencorajado de continuar por conta da complexidade. Facilitar o checkout do cliente ajudará muito a transformar as prospecções em vendas.
Quando menor for a quantidade de cliques entre a escolha do produto e a finalização de compra, melhor será a experiência do seu cliente.

5) Disponibilize atendimento

O surgimento de dúvidas durante a navegação do site pode impedir a realização de uma venda. É importante que o site disponibilize atendimento ao cliente através de chat online ou WhatsApp, deixando-o mais amparado e seguro para continuar a compra.

6) Crie banners estratégicos

Imagem vende e isso não se pode negar. Com a criação de banners chamativos e estrategicamente bem montados, podendo destacar descontos e promoções, pode-se aumentar significativamente a venda de produtos ou categorias rapidamente.

7) Dê valor ao ranqueamento orgânico

SEO (Search Engine Optimization), que em português significa Otimização para Mecanismos de Buscas, é um conjunto de técnicas que se aplicadas corretamente, poderá colocar o seu site nas primeiras páginas do Google de forma gratuita.
Dedicar um tempo para escrever um conteúdo rico em detalhes será necessário para que o SEO tenha sucesso no seu objetivo final, que é apresentar o seu site aos usuários quando os mesmos buscam pelos produtos que você comercializa.

Se você ainda não tem a sua loja virtual, entre em contato conosco e solicite um orçamento!

Veja aqui os códigos de retorno da Cielo. Se seu e-commerce utiliza o gateway da Cielo como ferramenta de pagamentos online, este post será muito útil para que você entenda os códigos de retorno de transações da Cielo.

Esses códigos estarão presentes no seu painel de cliente e também nos emails de atualização de status de pagamento que a plataforma enviará para você.

 

Veja abaixo os códigos de retorno de transações da Cielo:

 

 

Os dados acima foram retirados do painel de desenvolvedores da Cielo e portanto podem ser alterados sem aviso prévio.

Fonte: https://developercielo.github.io/manual/cielo-ecommerce

Para quem trabalha com lojas virtuais é muito importante se atentar quando aos limites de dimensões e pesos que o Correios suporta no momento de cadastrar os seus produtos.

Veja abaixo os limites de cada tipo de encomenda.

 

Limites de Dimensões de Pacotes e Caixas

PACOTE E CAIXA MÍNIMO MÁXIMO
Comprimento (C)  15 cm 100 cm
Largura (L) 10 cm 100 cm
Altura (A) 1 cm 100 cm
Soma das dimensões: C + L + A 26 cm 200 cm

 

Limite de Dimensões de Envelopes

ENVELOPE MÍNIMO MÁXIMO
Comprimento (C) 16 cm 60 cm
Largura (L) 11 cm 60 cm
Será admitido o acondicionamento de Encomenda PAC em envelope bolha ou em outro confeccionado com material resistente a impacto, quando o conteúdo for constituído por mercadoria de pequeno volume e peso.

 

Limite de Dimensões de Rolos e Cilindros

ROLO MÍNIMO MÁXIMO
Comprimento (C) 18 cm 100 cm
Diâmetro (D) 5 cm 91 cm
Soma das dimensões: C + (2 x D)  28 200 cm

Manuseio especial por formato ou dimensão

Algumas encomendas exigem tratamento diferenciado no fluxo postal e necessitam de manuseio especial devido ao seu formato e/ou dimensão. Nesses casos, haverá cobrança adicional, observadas as seguintes condições:

a) Encomenda cuja maior dimensão (comprimento, largura, altura ou diâmetro) for superior a 70 cm.

b) Encomenda embalada em formato do tipo rolo/cilíndrico ou esférico.

c) Excepcionalmente, a “Cobrança Adicional de Manuseio Especial por Formato e Dimensão” não será aplicada se forem verificadas as seguintes condições, simultaneamente:

I – diâmetro da encomenda em formato “Rolo/Cilíndrico” maior que o seu comprimento e;
II – diâmetro for menor ou igual a 70 cm e;
III- rótulo de postagem afixado na maior face da embalagem.

 

Limites de Peso de Pacotes e Caixas

O peso máximo admitido para os serviços de encomendas são:

SERVIÇO PESO MÁXIMO
SEDEX 30kg
SEDEX 10, SEDEX 12 e SEDEX Hoje 10kg
PAC 30kg – remessa individual em âmbito nacional;
50kg – remessa individual em âmbito estadual, entre localidades previstas em contrato;
Correios Mini Envios 300g

 


 

Limites de Dimensões de Mensagem e Marketing Direto (FAC, Carta, Impresso e Mala Direta Básica/Especial)

As dimensões mínimas e máximas admitidas para estes serviços são:

Limites de Dimensões de FAC (Data Mailer)

FAC (DATA MAILER) MÍNIMO MÁXIMO
Comprimento (C)  160 mm 240 mm
Largura (L) 100 mm 160 mm
Espessura 4 mm

 

Limites de Dimensões de FAC (Envelope)

FAC (ENVELOPE) MÍNIMO MÁXIMO
Comprimento (C)  148 mm 240 mm
Largura (L) 90 mm 160 mm
Espessura 4 mm

 

Limites de Dimensões de Carta/Impresso/Mala Direta Básica/Especial/Domiciliária (Envelope)

CARTA/IMPRESSO/MALA DIRETA BÁSICA/ESPECIAL/DOMICILIÁRIA (ENVELOPE)
Dimensões mínimas: 90 mm x 140 mm
Dimensões máximas: comprimento + largura + espessura = 900 mm e a maior dimensão não pode exceder a 600 mm

 

Limites de Dimensões de Carta/Impresso/Mala Direta Básica/Especial/Domiciliária (em forma de rolo)

CARTA/IMPRESSO/MALA DIRETA BÁSICA/ESPECIAL/DOMICILIÁRIA (EM FORMA DE ROLO)
Dimensões mínimas:

comprimento + duas vezes o diâmetro = 170 mm

A maior dimensão não pode ser inferior a 100 mm

Dimensões máximas:

Comprimento + duas vezes o diâmetro = 1040 mm

A maior dimensão não pode exceder a 900 mm

 

Limites de Dimensões de Carta/Impresso/Mala Direta Básica/Especial/Domiciliária (em forma de pacote ou caixa)

CARTA/IMPRESSO/MALA DIRETA BÁSICA/ESPECIAL/DOMICILIÁRIA (EM FORMA DE PACOTE OU CAIXA)
Dimensões mínimas:

11 cm x 16 cm (na face do endereçamento)

Altura mínima: 2 cm

Dimensões máximas:

Comprimento + altura + espessura = 150 cm

Maior Dimensão = 60 cm (comprimento ou altura ou espessura)

Limites de Pesos de Mensagem e Marketing Direto (FAC, Carta, Impresso e Mala Direta Básica/Especial)

Os pesos máximos admitidos para os serviços de Mensagem e Marketing são:

SERVIÇO PESO MÁXIMO
Carta:

*aos objetos com peso superior a 500 gramas, serão aplicadas
as mesmas condições de valor e prestação do SEDEX à vista.
2 kg*
Impresso: Normal: 2 kgUrgente: 500 g

Mala Direta Básica/Especial

2 Kg

Mala Direta Domiciliária

300 g

 

 

Fonte: https://www.correios.com.br/enviar-e-receber/precisa-de-ajuda/limites-de-dimensoes-e-peso

Data: 18/04/2020

PS: Os dados acima foram retirados do site do Correios e podem sofrer alterações sem aviso prévio.

O universo online já sentiu o impacto causado pela crise no Corona vírus (COVID-19). De acordo com a Associação Brasileira de Comércio Eletrônico, algumas lojas virtuais registraram um aumento de mais de 180% em transações online.

Desde 2018 os números de lojas online têm crescido e apresentando número crescente de vendas online, porém, após o estouro da pandemia mundial as transações online tem sido a principal escolha de quem precisa continuar consumindo, mas não quer sair de casa.

Na primeira quinzena de março, foi registrado um aumento de 30% a 40% nos pedidos online em relação a esse período do ano passado, segundo entidades do setor.

Por uma questão de prevenção à contaminação comunitária, muitos estados emitiram decretos para fechar os estabelecimentos que são classificados como ‘não essenciais’ e isso faz com que muitos comércios passem o mês com zero receita. A empresa que já possuir um e-commerce tem como alternativa a este decreto, apostar na venda online.

Ter uma loja online era uma opção para quem desejava ter um complemento de venda, porém na atual crise que estamos passando, passa a se tornar algo imprescindível para salvar as vendas de quem teve seu comercio atingido pela pandemia.

 

Se deseja ter uma loja online, clique aqui e fale conosco!

O hábito de comprar online está cada dia mais frequente no dia a dia das pessoas. Desde 2017 o número de lojas online está crescendo e de acordo com a pesquisa realizada pela PayPal Brasil, de junho de 2018 a junho de 2019, houve um aumento de 40% relacionado à abertura de lojas online no país.

Só no Brasil, estima-se que existam entre 900mil e 1milhão lojas virtuais ativas, sendo que 89% delas são de empresas de pequeno porte ou de microempreendedores.

Sabendo disso, reina a pergunta que não quer calar: por que você ainda não está vendendo online?

Para ajudar você ou sua empresa a ingressar nesse mercado virtual, separamos 7 dias de ouro para vender online.

1- Prepare-se para entrar na internet

Antes de tudo, você precisa estar bem estruturado para que seu negócio cause uma boa impressão para seu cliente. Montar um plano de negócio e estudar seu público alvo são pontos importantes para que o resultado da sua loja aconteça mais rápido. Uma vez que você já sabe o que vai vender e para quem vai vender, é importantíssimo que você possua uma boa loja virtual, que cative seu cliente e converta acessos em vendas.

2 - Tenha um site funcional

Ao acessar seu site, o cliente tem que ter facilidade em encontrar os produtos e realizar a compra. Sites lentos, com imagens pequenas ou com muitos anúncios tendem a afastar o cliente, gerando menos vendas.

3 - Transmita confiança ao cliente

O site deve sempre deixar claro as informações sobre meios de pagamento, formas de entrega, políticas de trocas, etc. Ao acessar seu site, seu cliente deve-se sentir seguro para realizar a compra. Um site bem estruturado com todas as informações claras, fazem com que o cliente sinta-se mais seguro.

4 - Invista em SEO  (Search Engine Optimization)

A Otimização para Mecanismos de Buscas é importantíssima para que seu site esteja bem ranqueado nos buscadores, como o Google por exemplo. Sites bem ranqueados tendem a gerar mais tráfego para o site, e consequentemente mais vendas.

5 - Tenha um site seguro

Ter um certificado SSL faz a diferença ao transmitir confiança ao cliente. O Google Chrome, por exemplo, coloca como “Não Seguro” os sites que não tem o certificado instalado no servidor. O Certificado SSL serve para proteger informações dos usuários que navegam no seu site, impedindo que sejam visualizadas, capturadas ou interceptadas durante o cadastro de informações no site.

6 - Hospede seu site em um servidor de qualidade

O servidor pode ajudar muito no desempenho do seu site. O Google prioriza demais a experiência do usuário, levando em consideração que ninguém permanece em um site com lentidão. Um bom servidor terá um papel fundamental na velocidade do seu site, o que é muito bom para a navegação do usuário e para o ranqueamento do seu site.

7 - Anuncie

De nada adianta tem um site maravilhoso se ninguém consegue vê-lo. Como já dizia o velho ditado, quem não é visto não é lembrado.
Pensando nessa máxima é que é muito importante anunciar seu site! Atualmente há diversas possibilidades para quem deseja anunciar na internet, como o Google Ads ou mídias sociais.
O ideal é reservar um investimento mensal para divulgação do site, garantindo assim que seu site seja visto pelo seu público alvo.

Com essas dicas você já pode iniciar as suas vendas online e se precisar, conte com a Seven para ajudar nessa empreitada.

E lembre-se, se o seu concorrente tem a qualidade e o preço semelhante ao seu e está vendendo online, então você também pode conseguir.